quarta-feira, 14 de julho de 2010

ZERO HORA E CINQÜENTA E DOIS


Uma Poesia feita por Carlos Eduardo em um dia de frio...

"O frio chegando
de modo avassalador
veio mostrando
toda sua cor
as folhas a cair
o vento a soprar
o meu desinibir
a beleza contemplar
a noite gelada a me sorrir
os casais a se distrair
a xícara de chocolate quente
é apenas um ingrediente
de uma noite envolvente

As canções, as interpretações
simples emoções
de alguém sozinho
figuras marcantes
passeiam em minha mente
coisa comum
de um coração que sente
que se ressente de carinho
de gesto e do cantinho
onde a recordação
é essencial
onde a emoção
é primordial
lugar este
onde entrego-me com unhas e dentes
aos sentimentos mais ardentes
fazendo-me recordar
da música 'Ruas de Outono'
deixando me a suspirar
tentando encontrar
alguém que possa fechar
o vácuo que existe em mim
da palavra amar."

(C. Eduardo™)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ocorreu um erro neste gadget