terça-feira, 28 de setembro de 2010

Sonhos e Incertezas


Sonho que atravessa a madrugada,
estava tão perto, mas está longe
As lágrimas a escorrer pelo seu rosto
e o vazio e a dor de um sentimento
Que a escolha levou embora...
Fiquei triste por te ver triste,
Me vi sozinha e ao seu lado alguém especial
Quando despertei você não estava ao meu lado
e o desespero tomou conta de mim
Meu coração saltitava...
Quantas saudades, as lágrimas também percorreram meu rosto
Eu senti a dor do teu coração...
Me perdoa cometi devaneios,
Sem você nada é como era antes
Vivo de deliríos e inconstâncias
Tento me esconder para não te achar dentro de mim
Precisava dizer essas palavras e mais uma vez me despedir
há a incerteza de saber se um dia você me amou, mas quero que saiba
Um dia eu te amei e foi o amor mais doce e puro...
Te agradeço por esse amor
Hoje o que me resta são apenas palavras...

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ocorreu um erro neste gadget