sexta-feira, 29 de outubro de 2010

Palavras por Palavras


Palavras às vezes são tão vazias...
Quem diz algo pode nem sempre ser verdade...
Estava a olhar as suas fotos e ver teu doce olhar
Por que você mexe com os meus sentimentos?
Será que há algo aqui dentro que eu não entendo?
A culpa não é minha quem se afastou foi você
A minha vontade é ouvir sua voz e dizer a você: vem pra mim...
Mas você está tão distante...
Queria que fosses, queria te ajudar, segurar na sua mão
Queria te tirar da cabeça e apagar o que nem mesmo aconteceu
Há noite por que amo sem saber este ser que nem lembra de mim?
Tua pele, tua boca, teu calor queria mais uma vez sentir...
O que serás que pensas agora?
O medo que me corrói...preciso te esquecer dar um ponto final
o seu desprezo já deixou marcas em mim,
Será que isso nunca vai ter fim
Meu coração quer ouvir para não sofrer...
Queria que você me dissesse, mas acho que já falou
é tão indeciso, o que fazer para não sofrer?
A música nada quer dizer, mas me lembro de você
Se não for com você não serve
Te quero tanto que se torna loucura , paixão...
Por um tempo quase te esqueci
E aí você voltou tão veloz
Eu sei a culpa é minha,
fui atrás de você e te procurando em cada lugar
Solidão sem você
Está tudo estranho aqui, tudo estranho
Ouvi falar que estavas bem,
A partir de agora desisto de você
Não quero mais chorar...
Adeus!

Adeus

terça-feira, 26 de outubro de 2010

A Esperar


Escolhas me perseguem, noites mal dormidas
Os sonhos me apavoram me intrigam
e eu te vi neles e me torturei, pois tive medo
Medo da sua resposta, medo de não saber o que pensas
Atitudes insanas minhas eu sei, não sou capaz
Fugi e ainda fujo...
Quero chorar, mas as lágrimas não caem
Conquistas, dor... já tive demais
Meu desejo? te amar, mas não sei se amo
Tentei encontrar alguém, igual a você
o teu sorriso, a tua conversa não encontrei
Meu coração? está em pedaços e eu que pensava que estava tudo certo
Coloquei uma máscara em mim mesma para esconder a minha dor
cuidando e cuidando, mas menos de mim
Queria está contigo, mas tenho medo
Você foi a melhor coisa que já me aconteceu
é o meu jeito de viver o amor
cantar para ti, te fazer dormir
Seria a melhor maneira de me fazer feliz
Te fazer feliz, mas tenho medo
Coração sem rumo sem direção é assim que eu estou
Querendo me rasgar por dentro, te procurando por dentro
Queria tanto te ver, ver o teu olhar
Por que tem que ser assim?
Meus sonhos? Jogados ao vento, inconstantes, viajantes...
Eu te amei, mas não sei se amo ainda
o que me resta esperar, te esperar

Sobrenatural


Ontem ouvi palavras de Deus que me abalaram por dentro...
E esses dias escutei uma canção que mexeu muito comigo
é uma linda canção da Cassiane - De uma Forma Diferente!

De Uma Forma Diferente
Cassiane
Talvez você quisesse dar um tempo
Abandonando o que Deus tem pra você
Talvez sofreu um preconceito
Do próprio irmão do lado que não soube te entender
Talvez feriram o teu sentimento
Te humilharam até enfraquecer (ééh)
Mas o passado não importa no momento
Porque teu Deus hoje vai te surpreender.(oouh)

Olha esse mar abrindo agora em tua frente
Deus vai te exaltar de uma forma diferente
Deixa a dúvida de lado e passe acreditar

Quando Ele fala cumpre, porque é promessa
Quando Ele escolhe honra faz vencer a guerra
A ordem já foi dada chega de chorar
Quem te humilhou vai ter que te honrar
A mesa está posta, pode se assentar
De hoje em diante, é so glorificar
E Deus vai se apresentar de um modo tão tremendo
Aqui neste lugar.

Talvez feriram o teu sentimento
Te humilharam até enfraquecer. (hum,)
Mas o passado não importa (não importa, não)
Porque teu Deus hoje vai te surpreender.


Olha esse mar abrindo agora em tua frente
Deus vai te exaltar de uma forma diferente
Deixa a dúvida de lado e passe acreditar

Quando Ele fala cumpre, porque é promessa
Quando Ele escolhe honra faz vencer a guerra
A ordem já foi dada chega de chorar
Quem te humilhou vai ter que te honrar
A mesa está posta, pode se assentar
De hoje em diante, é so glorificar
E Deus vai se apresentar de um modo tão tremendo
Aqui neste lugar.

Quando Ele fala cumpre, porque é promessa
Quando Ele escolhe honra faz vencer a guerra
A ordem já foi dada chega de chorar
Quem te humilhou, vai ter que te honrar

Quando Ele fala cumpre, porque é promessa
Quando Ele escolhe honra faz vencer a guerra
A ordem já foi dada chega de chorar
Quem te humilhou, vai ter que te honrar
A mesa está posta, pode se assentar
De hoje em diante, é so glorificar
E Deus vai se apresentar de um modo tão tremendo
Aqui neste lugar.


Deus vai se apresentar,
Aqui neste lugar.
Aqui neste lugar.

http://www.vagalume.com.br/cassiane/de-uma-forma-diferente.html#ixzz13UqzobJG

segunda-feira, 25 de outubro de 2010

Amor de Infância


Neste final de semana propriamente no domingo, fomos ao culto Lú e eu.O culto foi maravilhoso um culto de missões. Estava muito cansada, mas mesmo assim fomos dar uma esticadinha até a pizzaria. Lá começamos um papo super cabeça e mega coração.
Depois da pizzaria fomos até a uma sorveteria - doce cai bem nessas horas -
saboreando uma banana split, coberto com muito chantilly, começamos um momento nostalgia.
Lembramos de quanto éramos inseguras, quando vivemos o primeiro amor.As borboletas no estômago, o modo como os meninos nos olhavam e como eles choravam - é talvez só nesse tempo mesmo para ver um homem chorando - e nessa hora fui ouvinte de uma longa conversa.
Comparando aos amores de hoje posso ver que sofremos da mesma forma, sentimos as borboletas do mesmo jeito e as vezes dói mais. Claro quantos homens fizemos sofrer. E como éramos felizes e não sabíamos. Hoje, eles mentem, enganam, machucam bem mais. Só que com o tempo aprendemos a ser mais seguras e a dizer não - o que não acontecia na adolescência - por medo de perder. Agora dizemos, ainda que com o coração na mão, "quer ir embora vai".
Não é fácil amar em nenhuma idade, os homens não mudam com o tempo, mas de uma coisa tenho certeza, com a maturidade sabemos o que queremos, as lágrimas até podem vir, mas com classe enxugamos elas e falamos em voz alta vai passar, tudo isso vai passar.

quinta-feira, 21 de outubro de 2010

Bunda Dura - Arnaldo Jabor


Fiquei tão fascinada pelos textos deLuíz Fernando Veríssimo que esqueci os textos extraordinários de Arnaldo Jabor, e aí mais um de seus textos!

BUNDA DURA (Arnaldo Jabor)
Tenho horror a mulher perfeitinha. Sabe aquele tipo que faz escova toda manhã, tá sempre na moda e é tão sorridente que parece garota-propaganda de processo de clareamento dentário? E, só pra piorar, tem a bunda dura!!!
Pois então, mulheres assim são um porre.. Pior: são brochantes. Sou louco?
Então tá, mas posso provar a minha tese. Quer ver?
a) Escova toda manhã: A fulana acorda as seis da matina pra deixar o cabelo parecido com o da Patrícia de Sabrit. Perde momentos imprescindíveis de rolamento na cama, encoxamento do namorado, pegação, pra encaixar-se no padrão 'Alisabel', que é legal... Burra.
b) Na moda: Estilo pessoal, pra ela, é o que aparece nos anúncios da Elle do mês. Você vê-la de shortinho, camiseta surrada e cabelo preso? JAMAIS! O que indica uma coisa: ela não vai querer ficar desarrumada nem enquanto estiver transando.
c) Sorriso incessante: Ela mora na vila dos Smurfs? Tá fazendo treinamento pra Hebe? Sou antipático com orgulho, só sorrio para quem provoca meu sorriso.. Não gostou? Problema seu. Isso se chama autenticidade, meu caro. Coisa que, pra perfeitinha, não existe. Aliás, ela nem sabe o que a palavra significa... Coitada.
d) Bunda dura: As muito gostosas são muito chatas. Pra manter aquele corpão, comem alface e tomam isotônico, portanto não vão acompanhá-lo nos pasteizinhos nem na porção de bolinho de arroz do sabadão. Bebida dá barriga e ela tem H-O-R-R-O-R a qualquer carninha saindo da calça de cintura tão baixa que o cós acaba onde começa a pornografia: nada de tomar um bom vinho com você. Cerveja? Esquece!
Portanto: É melhor vc ter uma mulher engraçada do que linda, que sempre te acompanha nas festas, adora uma cerveja,gosta de futebol, prefere andar de chinelo e vestidinho, ou então calça jeans desbotada e camiseta básica , faz academia quando dá, come carne, é simpática, não liga pra grana, só quer uma vida tranqüila e saudável, é desencanada e adora dar risada; Do que ter uma mulher perfeitinha, que não curte nada, se veste feito um manequim de vitrine, nunca toma porre e só sabe contar até quinze, que é até onde chega a seqüência de bíceps e tríceps. Legal mesmo é mulher de verdade. E daí se ela tem celulite? O senso de humor compensa. Pode ter uns quilinhos a mais, mas é uma ótima companheira. Pode até ser meio mal educada quando você larga a cueca no meio da sala, mas e daí? Porque celulite, gordurinhas e desorganização têm solução. Mas ainda não criaram um remédio pra FUTILIDADE!Nem pra dela, nem pra sua!

E tem outra …. mulher bonita demais e melancia grande, ninguém come sozinho!!!!!!!

(Arnaldo Jabor)

Moral da História: As verdadeiras mulheres (mulheres simples) são as melhores

Frases de Balzac


Para não perder o derrepente 30, nada melhor que Balzac em seu livro quando escreve: "Uma mulher de trinta anos tem atrativos irresistíveis para um rapaz... obedece a um sentimento consciente. Escolhe... dando-se. A mulher experiente parece dar mais do que ela mesma, ao passo que a jovem, ignorante e crédula, nada sabendo, nada pode comparar nem apreciar... Uma mulher... se esconde sob mil véus... Afaga todas as vaidades... Chegando a essa idade, a mulher sabe consolar em mil ocasiões em que a jovem só sabe gemer. Enfim, além de todas as vantagens de sua posição, a mulher de trinta anos pode se fazer jovem, desempenhar todos os papéis, ser pudica e até embelezar-se com a desgraça", esse é Balzac!

quarta-feira, 20 de outubro de 2010

Só mais palavras


Hoje veio um vento tão bom, notícias de coisas novas!
E conversando com a minha amiga Lú do nada lembrei do passado e recordei uma canção à tanto esquecida na memória. E ressurgiu como vento impetuoso. Espero que gostem é a canção do Legião Urbana - Quando Você Voltar. Dedico ela a minha amiga Lú!

Quando Você Voltar
Legião Urbana
Composição: Renato Russo

Vai, se você precisa ir
Não quero mais brigar esta noite
Nossas acusações infantis
E palavras mordazes que machucam tanto
Não vão levar a nada, como sempre
Vai, clareia um pouco a cabeça
Já que você não quer conversar.
Já brigamos tanto
Mas não vale a pena
Vou ficar aqui, com um bom livro ou com a TV
Sei que existe alguma coisa incomodando você
Meu amor, cuidado na estrada
E quando você voltar
Tranque o portão
Feche as janelas
Apague a luz
e saiba que te amo...

terça-feira, 19 de outubro de 2010

Vento


As horas passam rápido e nada de te ver
Onde será que está agora?
O tempo mudou e o gosto de rosas veio a boca
Onde foi parar o amor?
Derrepente a sensação da angústia predomina
Medo até do tempo lá fora
Sentei na janela e vi a vida passar por instantes
não posso dizer que não me vi a passar pela janela
Aproveitei cada instante..., mas hoje é você que está aqui
vejo rosas e sinto cheiro suave que entra
um cheiro terno, um cheiro bom
vou abrir a janela, mas dessa vez é para você entrar
Sinto o vento e o seu cheiro está nele...
Estou calma aguardo calmamente...com sentimentos tórridos
Quando você chegar dentro de mim fará festa
e vou aproveitar cada instante teu, não vejo a hora de tocar tua face e ver o sol refletir em teus olhos...
Verei em ti a pureza de um tempo bom e a malícia dos meus desejos
Esperarei, o vento forte já passou...
Quero sentir agora a brisa desse amor
E que cada sopro seja um pouco de ti a encher os espaços vazios que ainda existem de mim...
Vai ser bom te ter de novo, hoje vejo o fim de uma tristeza
não haverá montanhas, e sim terra plana
vou poder te conhecer, uma chama, um rio
Que sopre o vento em favor de nós, que sopre o vento...

Balzaquianas Perigosas


Nesta nova fase descubro a cada dia novas coisas sobre a mulher de 30. Em uma delas descobri que elas são entituladas por balzaquianas. Estranhissímo o nome corri para o google, atrás de saber mais sobre o que é ser balzaquiana.
O termo refere-se à obra do escritor francês Honoré de Balzac, que escreveu "A Mulher de 30 anos". Em seu livro, Balzac faz uma apologia às mulheres de mais idade que, emocionalmente amadurecidas, podem viver o amor com maior plenitude -em completa oposição a tradicional figura da moça romântica que nos livros tinham no máximo 20 anos.
Sua personagem principal, Júlia d`Àiglemont, é o grande retrato da mulher mal casada, que após anos de infelicidade,ao chegar aos 30 consegue encontrar o amor nos braços de Carlos Vandenesse.
Tenho que concordar essa história está mais dentro da realidade das mulheres.
Encontrar um grande amor nessa idade é sinônimo de realização o supra sumo da feminilidade.
Observando as pré-balzaquianas como eu, e as balzaquianas, notei que elas quando querem correm mesmo atrás dos seus objetivos.
Quando querem conquistar, como o caso da minha amiga Mila, vão até a Salvador só para descobrir o universo que há em um homem, lembrando claro vai até o que quer sem esquecer de suas raízes. Vive o bom do amor e volta para sua casa, segura e tranquila.
Até por que se ele quiser que depois venha atrás dela.(risos)
Balzaquianas são seguras, maduras e perigosas não se engane meu caro com uma mulher dessa idade. Ela não te cobra nada, mas deixa bem claro o que quer.
Realmente estou amando esta nova fase.

quinta-feira, 14 de outubro de 2010

Dar não é Fazer Amor


Bom como estou nesta questão dos 30 e tal's, nada melhor que o texto de Luiz Fernando Veríssimo para explicar bem essa coisa que a mulher tem entre a diferença de sexo e fazer amor.
Ele manja muito...

DAR NÃO É FAZER AMOR
Luiz Fernando Verissímo

Dar não é fazer amor. Dar é dar.
Fazer amor é lindo, é sublime, é encantador, é esplêndido.
Mas dar é bom pra cacete!
Dar é aquela coisa que alguém te puxa os cabelos da nuca...
Te chama de nomes que eu não escreveria...
Não te vira com delicadeza...
Não sente vergonha de ritmos animais.
Dar é bom.
Melhor do que dar, só dar por dar.
Dar sem querer casar.....
Sem querer apresentar pra mãe...
Sem querer dar o primeiro abraço no Ano Novo.
Dar porque o cara te esquenta a coluna vertebral...
Te amolece o gingado...
Te molha o instinto.
Dar porque a vida é estressante e dar relaxa.
Dar porque se você não der para ele hoje, vai dar amanhã, ou depois de amanhã.
Tem pessoas que você vai acabar dando, não tem jeito.
Dar sem esperar ouvir promessas, sem esperar ouvir carinhos, sem esperar ouvir futuro.
Dar é bom, na hora.
Durante um mês.
Para os mais desavisados, talvez anos.
Mas dar é dar demais e ficar vazio.
Dar é não ganhar.
É não ganhar um eu te amo baixinho perdido no meio do escuro.
É não ganhar uma mão no ombro quando o caos da cidade parece querer te abduzir.
É não ter alguém pra querer casar, para apresentar pra mãe, pra dar o primeiro abraço de Ano Novo e pra falar:
'Que que cê acha amor?'..
É não ter companhia garantida para viajar.
É não ter para quem ligar quando recebe uma boa notícia.
Dar é não querer dormir encaixadinho...
É não ter alguém para ouvir seus dengos...
Mas dar é inevitável, dê mesmo, dê sempre, dê muito.
Mas dê mais ainda, muito mais do que qualquer coisa, uma chance ao amor.
Esse sim é o maior tesão, relaxa, cura o mau humor, ameniza todas as
crises e faz você flutuar.
Experimente amar antes de dar ...

segunda-feira, 11 de outubro de 2010

Crise dos 30


Olá! resolvi escrever sobre esta fase não tão boa, mas certamente de grande relevância que é a crise dos trinta.
Movida por conselhos de uma grande mulher, que é a minha chefe Letícia Mamed, resolvi falar um pouco de toda essa coisa, que está acontecendo comigo.
Engraçado que só tenho 29, mas como tudo na minha vida é um pouco precoce, vamos então começar...
Bom, tudo começou do texto de Arnaldo Jabor e por acaso postei no blog, o texto se chama sobre as mulheres com mais de 30...
De primeira achei lindo o texto, me achei, me senti a tal, mas na verdade sei que as mulheres que vão fazer trinta, como eu, e as que tem trinta sentem um pouco de insegurança nessa nova etapa. Falo isso, por que fiz uma breve pesquisa de campo. As mulheres casadas que tem filhos, acabam passando tranquilas, exceto quando o assunto é vaidade. Já as mulheres como eu que se divorciaram tem filho e ainda não conquistaram todos os seus objetivos, dão uma parada para pensar e se perguntam: " o que é que eu fiz da minha vida?"
Mas, também há aquelas que ainda nem casaram, acho que aí é pior, por que devem se cobrar dizendo:"Fiquei para titia!" É apavorante essa idade para mulher!
Também surgiram mulheres que em um diálago comigo disseram que passaram sem danos pela tal idade, para estas dou meus parabéns, são bem resolvidas, por que eu fiquei muito assustada!
Não sou nenhuma expert para falar do texto do Arnaldo Jabor, mas concordo com ele que é uma etapa que a mulher se sente mais segura e se torna mais decidida, pelo menos isso está acontecendo comigo. De certo modo estou torcendo para sair disso viva! Me desculpe, as vezes uma mulher nesta crise, com todos os seus hormônios a "flor da pele" fica um pouco dramática, totalmente normal. Essa foi a maneira geral de falar do assunto, mas falar de um modo detalhado vai acontecer aos poucos e quero descrever bem este momento para que outras mulheres possam pensar bem antes desta idade chegar.

quinta-feira, 7 de outubro de 2010

Lembranças


Engraçado...lembrei de você
As emoções neste momento são tão grandes
É difícil descrever meus sentimentos
mas lembro docemente de você
Tenho tantas saudades,
apesar de que neste momento...
Não quero ninguém ao meu lado
Eu queria mesmo é você
Sabe eu as vezes percebo que choro
E é incrível, mas eu te espero
E sei que você não vai chegar
Não é mais a mesma coisa olhar derrepente no relógio
e saber que a qualquer momento você poderia chegar
existe uma tristeza por que eu tinha tanta coisa para te dizer
mas tudo bem eu vou levantar minha cabeça e viver
queria contar os meus dias
Têm sido difíceis sem você
Quero te dizer algo então...
Eu ainda... Te amo!
Ocorreu um erro neste gadget