quarta-feira, 29 de dezembro de 2010

Edward Cullen - O Vampiro


Sabe ás vezes você se depara com situações assim. Muitas pessoas se apaixonaram por duas pessoas ao mesmo tempo e pessoas de personalidades distintas. E lendo e vendo filmes baseados na saga Twillight é que me veio a idéia de descrever a situação de Bella Swan. Quantas mulheres já não estiveram nessa situação de ter que escolher entre o vampiro ou o lobisomem.

E é nesse assunto que eu quero chegar, por que em se tratando do homem Vampiro - o Típico Edward Cullen - as mulheres descrevem como o homem perfeito aquele que você não conhece, mas quando olha pela primeira vez sabe que conhece ele de muito tempo.

Ele é o típico homem que te faz deixar tudo de si e querer viver o mundo dele, que te arrepia a espinha com seu mistério, por que você pensa que conhece, mas ao mesmo tempo é um estranho.
Você quer ouvir a música que ele escuta, quer dançar com ele, saber o que ele gosta de comer ou o que gosta de vestir...É o homem que te faz voar.

Cavalheiro, doce, sedutor... O homem para casar, mas isso não quer dizer que ele queira. Você é que faria tudo para casar com um homem assim e para o resto de sua vida. Com o passar do tempo você não só se apaixona, você ama ele e se anula, só respira se ele respirar.

E você se sente imortal com isso. Você sonha acordada com ele, desenha o futuro, quer estar sempre junta. Por que ele é inteligente, admirável, romântico, sincero. O homem que você quer apresentar para os pais, que te faz perder o equilibrio.

O vampiro da Saga Crepúsculo mostra isso o homem tradicional que quer levar a mulher para o altar, que tenta proteger que parece bonzinho, mas a qualquer momento pode te morder. Com uma habilidade incrível de ler mentes, ele sempre sabe o que você está pensando. O seu estilo é de um príncipe encantado, aquele que as mulheres sonham em ter.

Aquele que espera 80 anos para lhe conhecer(risos)ou você espera 80 anos para conhecer um homem assim. Até porque quem não gostaria de conhecer o seu príncipe encantado? O homem que mesmo não podendo estar perto, você quer pelo menos estar próxima.

Esse tipo de homem se enquadra no amor que você espera surgir do nada, mas é um risco esperar tanto assim.

Esse é o homem Edward Cullen, o vampiro...

Twillight


Estava eu lendo um dos livros da saga crepúsculo - twilligth -, o livro amanhecer e não tive como não analisar o âmbito da estória. Uma mulher que se apaixona por um vampiro e que ao mesmo tempo guarda dentro do seu coração um sentimento terno por um lobisomem.
Se acontecesse na vida real qual escolher, o vampiro ou o lobisomem? E para explanar bem isso começo pelo vampiro Edward Cullen e depois pelo lobisomem Jacob Black.

segunda-feira, 27 de dezembro de 2010

Não Dá Para Continuar


Escrevo e apago, mas o que eu quero é externar tudo isso que está guardado...
Estou com saudades e não dá para dizer que não. E quando estivermos juntos quero aproveitar o máximo... Rir muito contigo, te abraçar e te amar pra valer...
Conversar muito, por que é o que fazemos de melhor e mais te escutar para guardar tudo para resistir os dias sem você, lembrando de cada palavra para sustentar a ausência tua.
Quero ver o teu sorriso bonito, o teu jeito de me fazer rir, cuidar de você, te fazer feliz...
Humm, te dizer boa noite e que noite linda...fazer tudo com perfeição, me entregar e viver tudo isso de perto...
Quero dizer que é bom demais tudo com você...Quanto tempo perdi...
É tudo tão sem limites, quero te esconder para mim, faz tanto tempo que não sou feliz assim...
Eu não estou nem aí, por que com você é tudo bom, sonhar contigo é muito bom...
E sem você não dá para continuar, mas aceito o tempo que der é bom também te ter longe, da saudade um gostinho de quero mais... Estou com saudades vem logo pra mim...está ruim aqui sem você...

NO MEU CORAÇÃO AINDA É CEDO


Poesia de Carlos Eduardo

“Deixei a porta apenas encostada
pra que quando o amor chegar
possa entrar sem bater
possa sorrir ao me ver
possa dar-me um abraço demorado
e neste instante, apenas calado
sugerir enfim, sua eterna estadia
e o sentimento maior como hierarquia

O aroma estará perfeito, o coração intacto
a ternura refeita após mil pedaços
todo e qualquer fragmento de dor
terás um pedido: “saia, por favor”
estará escrito em meu olhar
“estou novamente a amar”
em meu caderno, a página final
de um nome, de um relação leal
de características que fincam o prazer de estar apaixonado
no poder do amor, que é o meu fiel aliado
na compreensão de estar fazendo realmente o melhor
pra vê-la feliz e tirar o sofrimento de ter ficado só
finalizado em noites de amor, carinhos e beijos
apertos, conversas e cheiros
desejos e cumplicidade
numa união de felicidade

Apenas entre eu e o amor...
a porta está aberta...
se aproxime, não tenha medo
pois no meu coração ainda é cedo”

(C. Eduardo™)

segunda-feira, 20 de dezembro de 2010

quarta-feira, 15 de dezembro de 2010

Dor


Queria não ter te visto, não te ter ao alcance dos olhos
Mas não houve jeito...Não só te vi, mas te abracei
A sensação um gosto amargo, coração doente...

Te vi triste no escuro senti tuas lágrimas caindo
Não permiti que elas caíssem sobre mim
Mas outra vez tive a surpresa através de tempestades

Teus olhos são os mesmos há profundidade de pensamentos
Desatino é esse sentimento no meu peito que me afastou de Deus
E é escolha dele...

Queria poder ter tecolocado no meu colo e te ver descansar por entre os meus braços
Por vezes condenada a esse sentimento e é redenção, uma oração, um sonho
Deus fez nos colocou frente a frente e esqueci quem sou e o que vivia
transpôs as leis, tinha esquecido que você era o melhor...

Sofri quando te vi sofrer á carregar tamanha dor te vi em cinzas e não em pó
Que renasças então das cinzas e que aqueça teu frio coração, estarei sempre próxima
Noite por que procuras minha alma a entreguei a esse ser que insiste em chorar
Destes adeus e fostes forte...

Coluna improvável sentimentos que te entorpeceram a razão
Carne que é latente e me entristece, matei a minha em favor de ti e entreguei ao criador...
Sono e madrugada se juntaram e o que sairam delas foram palavras...
Palavras envolvidas a tristezas tuas... Tua dor virou dor, minha dor...

segunda-feira, 13 de dezembro de 2010

Se eu pedir, cê volta


Achei essa música interessante e olha que nem perco muito tempo escutando música desse jeito. Em um momento de descontração com as minhas amigas no Mercado Velho, escutamos essa canção Dan, Bruna e Roberta sabiam a letra e eu fiquei pirando depois tentando encontrar a letra.

Quando paro de procurar sai ela em um programa de televisão e Dan achou a letra. A música é de composição de Marcos Cardoso e Jorge, interpretada por Jorge e Mateus.

Se Eu Pedir, Cê volta

Eu nem lembrava mais o gosto do seu beijo
Há tempo que a gente tava separado
Eu nem imaginava o quanto te desejo
Pensei que o nosso amor era caso encerrado

Foi só te ver de novo pra eu perceber
Que o meu coração, só sabe te querer
bateu uma saudades, uma louca vontade de amar você

Se eu pedir cê volta pro meu coração
pelo amor de Deus não me diga não
vem que tá na hora tá aberta a porta pra você entrar

Se eu pedir cê volta pro meu coração
pelo amor de Deus não me diga não
Vem que tá na hora a hora é agora pra você voltar.

sexta-feira, 10 de dezembro de 2010

É ASSIM MESMO TODO MÊS

TPM em 4 fases


(procura-se o autor para entregar um prêmio)
Segundo a visão masculina, dividiu-se a TPM em 4 fases principais:

*Fase 1 - a Fase Meiguinha*
Tudo começa quando a mulher começa a ficar dengosa, grudentinha..
Bom sinal?
Talvez, se não fosse mais do que o normal.
Ela te abraça do nada, fala com aquela vozinha de criança e com todas as palavras no diminutivo..
A fase começa chegar ao fim quando ela diz que está com uma vontade absurda de comer chocolate.
O que se segue, é uma mudança sutil desse comportamento, aparentemente inofensivo, para um temperamento um pouco mais depressivo. *Fase 2 - a Fase Sensível*
Ela passa a se emocionar com qualquer coisa, desde uma pequena rachadura em forma de gatinho no azulejo em frente à prvada, até uma reprise de um documentário sobre a vida e a morte trágica de Lady Di. Esse estágio atinge um nível crítico com uma pergunta que assombra todos os homens, desde os inexperientes até os mais escolados como o meu pai:

- Você acha que eu estou gorda?

Notem que não é uma simples pergunta retórica.
Reparem na entonação, na escolha das palavras.
O uso simples do verbo 'estou' ao invés da combinação 'estou ficando', torna o efeito da pergunta muito mais explosiva do que possamos imaginar.
E essa pergunta, meus amigos, é só o começo da pior fase da TPM. Essa pergunta é a linha divisória entre essa fase sensível da mulher para uma fase mais irascível.

*Fase 3 - a Fase Explosiva*
Meus amigos, essa é a fase mais perigosa da TPM.
Há relatos de mulheres que cometeram verdadeiros genocídios nessa fase. Desconfio até que várias limpezas étnicas tenham sido comandadas por mulheres na TPM.
Exagero à parte, realmente essa é a pior fase do ciclo tepeêmico.
Você chega a casa dela, ela está de pijama, pantufas e descabelada.
A cara não é das melhores quando ela te dá um beijo bem rápido, seco e sem língua.
Depois de alguns minutos de silêncio total da parte dela, você percebe que ela está assistindo aquele canal japonês que nem ela nem você sabem o nome. Parece ser uma novela ambientada na era feudal.
Sem legendas...
Então, meio sem graça, sem saber se fez alguma coisa errada, você faz aquela famosa pergunta: 'Tá tudo bem?'
A resposta é um simples e seca: 'Ta' sem olhar na sua cara.
Não satisfeito, você emenda um 'Tem certeza?', que é respondido mais friamente com um rosnado baixo e cavernoso teenhoo.'. Aí, como somos legais e percebemos que ela não tá muito a fim de papo, deixamos quieto e passamos a tentar acompanhar o que Tanaka está tramando para tentar tirar Kazuke de Joshiro, o galã da novela que...

- Merda, viu!? - ela rosna de repente.

- Que foi?
A Fase Explosiva acaba de atingir o seu ápice com essa pergunta.
Sem querer, acabamos de puxar o gatilho.
O que se segue são esporros do tipo:
- Você não liga pra mim!
Tá vendo que eu tô aqui quase chorando e você nem pergunta o que eu tenho! Mas claro! Você só sabe falar de você mesmo!
Ah, o seu dia foi uma merda?
O meu também!
E nem por isso eu fico aqui me lamuriando com você!
E pára de me olhar com essa cara!
Essa que você faz, e você sabe que me irrita!
Você não sabe!
Aquele vestido que você me deu ficou apertado!
Aaaai, eu fico looooouca quando essas coisas me acontecem!
Você também, não quis ir comigo no shopping trocar essa merda!
O pior de tudo é que hoje, quando estava indo para o trabalho, um motoqueiro mexeu comigo e você não fez nada!
Pra que serve esse seu Jiu Jitsu?
Ah, você não estava comigo?
Por que não estava comigo na hora?
Tava com alguma vagabunda?
Aquela sua colega de trabalho, só pode ser ela.
E nem pra me trazer um chocolate!
Cala sua boca!
Sua voz me irrita!
Aliás, vai embora antes que eu faça alguma besteira.
Some da minha frente!

Desnorteado, você pede o pinico e sai.
Tenta dar um beijinho de boa noite e quase leva uma mordida.
*Fase 4 - a Fase da Cólica*
No dia seguinte o telefone toca.
É ela, com uma voz chorosa, dizendo que está com uma cólica absurda, de não conseguir nem andar.
Você vai à casa dela e ela te recebe dócil, superamável.
Faz uma cara de coitada, como se nada tivesse acontecido na noite anterior, e te pede pra ir à farmácia comprar um Atroveran, Ponstan ou Buscopan pra acabar com a dor dela.
Você sai pra comprar o remédio meio aliviado, meio desconfiado 'O que aconteceu?', você se pergunta. 'Tudo bem'. Você pensa: 'Acho que ela se livrou do encosto'.
Pronto!
A paz reina novamente.
A cólica dobra (literalmente) a fera e vocês voltam a ser um casal feliz.

Pelo menos até daqui a 20 dias...
P.S.: O PIOR NÃO É ISSO, O PIOR É QUE ELAS ESTÃO LENDO ISTO E ESTÃO DANDO RISADA!!!
ESTÃO DIZENDO, SOU ASSIM MESMO,

quarta-feira, 8 de dezembro de 2010

Quando Acaba


Desculpe-me pela imagem, mas acontece assim mesmo! Essa seria a melhor definição fisicamente falando de quando uma relação acaba! Tá... que não tenho um motivo explícito de escrever sobre isso, mas vi uma música e fiquei pensando. Até por que, quantas vezes não vi isso acontecer?

Comigo? várias vezes... Não, que em todas tenha saído assim! Não, até por que vi muitos saírem assim! É... só sai assim umas cinco vezes e de verdade mesmo duas vezes. Uma por que realmente amava pra valer e outra por que sabia que estava magoando alguém que gostava de mim e que eu também gostava, mas no momento não o suficiente...

Finais de relacionamento são um dilema, cheio de lágrimas, tristezas, indecisões, mentiras, verdades que machucam a alma...
Uma parte ama mais, outra menos... dói muito, mas o importante é que ajuda a crescer...

A música que ouvi é do Exalta Samba com participação de Mariana Rios em comemoração dos 25 anos do Exalta Samba.
Quando vi o Tiaguinho cantando com a Mariana me arrepiei e fiquei pensando: Quem vai embora não tá nem aí, mas quem fica sofre muito...
É a vida. Como diria um amigo o que não mata fortalece... É pode até parecer engraçado, mas para quem passa deixa marcas que o tempo às vezes não apaga. Filosofias a parte a música se chama Viver Sem Ti e vai aí a música...

Viver Sem Ti (part. Mariana Rios)
Exaltasamba
(Thiaguinho)

Eu não vou saber viver sem ti...
O mundo não tem razão pra mim
Não me fale adeus,não vou ouvir
Não vou aceitar o fim...
(Mariana Rios)
Não me complica,não faz assim
Também não vai ser, fácil pra mim
Ensaiei tanto pra vir aqui
Infelizmente é o fim...
(Thiaguinho)
Me diz aonde foi que eu errei?
Eu já sei, tem outro alguém
Tentando atrapalhar
Nosso amor...
(Mariana Rios)
Calma, senta, não tem ninguém!
É pior tente entender
Eu não amo mais você
(Refrão)
Para por favor não vá!
Eu não quero te assustar
Mas não dá pra continuar
sem você!
Eu vou rezar por você
Por que sei que vai doer
Mais não dá pra continuar
Com você!
Eu vou chorar (Fazer o que?)
Vou lutar (Lutar pra que?)
Acabou...
Não acabou não...
Acabou sim!!!

quinta-feira, 2 de dezembro de 2010

Pássaro de Fogo

Eu ainda não tinha colocado a música que a Paula Fernandes fez para mim! (risos) brincadeirinha! Mas que a letra é linda isso não se pode negar!
Ofereço para pré-balzaquiana Camila Simão!

Pássaro de Fogo
Paula Fernandes
Composição: Paula Fernandes

Vai se entregar pra mim
Como a primeira vez
Vai delirar de amor
Sentir o meu calor
Vai me pertencer
Sou pássaro de fogo
Que canta ao teu ouvido
Vou ganhar esse jogo,
Te amando feito um louco
Quero teu amor bandido
Minha alma viajante, coração independente
Por você corre perigo
To afim dos teus segredos
De tirar o teu sossego
Ser bem mais que um amigo
Não diga que não
Não negue a você
Um novo amor
Uma nova paixão
Diz pra mim...
Longe do chão
Serei os seus pés
Nas asas do sonho rumo ao teu coração
Permita sentir
Se entrega pra mim
Cavalguei meu corpo a minha eterna paixão...
Vai se entregar pra mim
Como a primeira vez
Vai delirar de amor
Sentir o meu calor
Vai me pertencer
Sou pássaro de fogo
Que canta ao teu ouvido
Vou ganhar esse jogo,
Te amando feito um louco
Quero teu amor bandido
Minha alma viajante, coração independente
Por você corre perigo
To afim dos teus segredos
De tirar o teu sossego
Ser bem mais que um amigo
Não diga que não
Não negue a você
Um novo amor
Uma nova paixão
Diz pra mim...
Longe do chão
Serei os seus pés
Nas asas do sonho rumo ao teu coração
E me faz sentir
Se entrega pra mim
Cavalgue em meu corpo oh minha eterna paixão...
Longe do chão
Serei os seus pés
Nas asas do sonho rumo ao teu coração
E mi faz sentir
Se entrega pra mim
Cavalguei meu corpo a minha eterna paixão...
Ocorreu um erro neste gadget