sexta-feira, 23 de setembro de 2011

Falar de Amor




Na madrugada de ontem conversei com o meu amigo Kadu Oliveira e como não falar de amor. Mas a conversa tomou outro teor, as decepções do amor.
Toda mulher e todo homem quer encontrar a pessoa "certa", a questão é que até encontrarmos, erramos e sofremos. Como diz o Ápóstolo Paulo o Amor é sofredor, e é isso mesmo.
O sofrimento causa medo, insegurança. Amar é declarar que se dá por vencido, "perdi o jogo", "xeque-mate" ou outra expressão que queira dar. As lutas com o amor são tão intensas, mas todos querem um amor que lhe traga calma e insensatez, que desperte os desejos mais intensos, que haja a necessidadea entrega ou como diz um amigo meu dormir de conchinha.
Há o amor e seus mistérios, mas vale a pena se entregar , perder a razão, querer viver um amor. Falamos sobre isso ambos queremos viver algo real, escrever sobre o amor de verdade, sem ficção ou lembranças algo libertador, mas como fazer se o medo as vezes impede, ficamos na retaguarda por medo de sofrer, nos damos, mas não nos entregamos de fato.
Trágico o amor não correspondido...
É uma coisa concordamos Kadu e Eu é bom demais amar e como dá saudades!
Ter o coração completo e não vazio, ficar boba apenas com o outro olhar, admirar, querer conhecer outro universo...
Humm... amar, amor e seus dilemas...

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ocorreu um erro neste gadget