sábado, 8 de outubro de 2011

Coisa de Pele

...


Quando estou perto meu corpo vira chamas
Quando longe minha alma incendeia
Sabe? É de molhar o instinto...
Vontade essa que ofusca minha mente

Isso é verdade, é querer bem
Não consigo ficar longe e ao mesmo tempo nem perto
Quero te ter longe do alcance das mãos
É perigoso, mas é uma tortura...

Te olhar, te desejar a ponto de suprimir esse querer
Quero te arranhar inteiro por dentro
Para que sintas o tamanho do desejo
Sou uma simples mortal contigo

Queria entregar tudo de mim da melhor maneira
Ser tua menina levada(risos)
Sentir...
Espero anciosa por isso...

É coisa de pele nós dois, é o certo e o errado
O próprio e o improvável...
Imaginação voa alto, o corpo já não cabe em si
Te quero..., mais do que isso entrar dentro de você

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ocorreu um erro neste gadget