sexta-feira, 11 de novembro de 2011

Se Chover Hoje a Tarde




"Tenho uma grande obsessão
pelo amor em sua plenitude
por seu episódio, sua razão
seu glamour e sua infinitude

A clemência por lábios de maçã
não cessaram pela manhã
as carícias de mulher
do jeito que assim fizer
aquele olhar avassalador
terás ternura no seu calor
no encontro de palavras e atitude
na sua emoção, que me confunde

Se chover hoje a tarde
saiba que penso em você, amor
pois a recordação de você, amor
se faz necessária com todo fervor
pois nada que transborda amor
se faz chato ou repetitivo
me faz é ficar mais intuitivo
concentrado, reflexivo
por todas as vezes que eu 'me' fizer amor
deixando claro a quem quiser sentir este sabor

Me dê as chaves do seu coração
deixe-me abri-lo
entrar, te desvendar, te sucumbir
caracterizando
o amor que aqui se faz existir."

(C. Eduardo™)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ocorreu um erro neste gadget