sexta-feira, 13 de janeiro de 2012

Instrumento Passional




"Cabe a mim não esmorecer, não declinar
apenas compor e me amar
cabe a mim sorrir, a cada gesto de carinho dado
conservar a melodia e o coração alado
filiar-me a sutileza da paixão e do romance
na tentativa de ter ao menos uma chance
de tornar-me útil ao sentimento maior
pra assim, trazer-me o melhor

Cabe a mim ser sincero e plural
fazer-me um instrumento passional
dedicar-me a algo concreto e real
dinâmico e fora do normal
pra consolidar em minha vida, em minha existência
explicações que retiram-te a dor e a carência
e fazem você sonhar com a beleza de um futuro
afastando-te de si qualquer lado obscuro

Cabe a mim abrir o coração
ser honesto e fomentar essa emoção
pra que possa, então
deixar em você vestígios de minha presença
focando esta eminência
em realidade, em verdade
certeza e plenitude
algo que não ilude
e traz o amor em primeiro lugar
realizando o desejo de perto dele estar".

(C. Eduardo™)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ocorreu um erro neste gadget