terça-feira, 21 de fevereiro de 2012

Religião




Nas batidas da canção a saudade entrou pela madrugada
Lembranças dos momentos mais íntimos...
Tudo diz não e minhas asas estão quebradas
Não tem mais nada que eu escute que venha me fazer tão mal

Estou lutando aos poucos
É tão difícil
Foram muitos detalhes
Não sei se devo acreditar no pouco que aconteceu

Não havia segredos entre nós
Sem querer percebo que as palavras vieram de encontro
E escuto mais sobre você...O que eu nem queria saber
Lembro do teu perfume e de detalhes tão nossos

Eu sei... Você pediu pra que eu não acreditasse em você,
Mas foi tudo tão intenso...
Foi mais do que eu
Era um jogo de mentiras e verdades onde não joguei
Mas tudo me fazia tão bem

Depois foi o mal que me consumiu
Eu não aguentaria dizer-te adeus
Tentei te dizer boas verdades, mas você não deu ouvidos
Agora caminho e não consigo entender

Você virou um fantasma no silêncio que eu vivo
Mas você me ajudou a curar as feridas
Tudo era tão incerto e você chegou e tudo mudou
Você foi minha benção, minha religião

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ocorreu um erro neste gadget