domingo, 5 de fevereiro de 2012

Sinto Falta de Você




Madrugada e eu a lembrar das noites ao teu lado
Saudade que machuca e traz lembranças que eu queria esquecer
Lembro agora daquela noite onde estávamos a sós
E a chuva caia lá fora...

E os nossos corpos se entregavam aos desejos
A entrega perfeita, mas que ao mesmo tempo se tornava errado
Como controlar tamanhos impulsos...
Depois da entrega a chuva a continuar...

Meus pés na janela seus olhos em mim
E as músicas falavam por si
Nossos corpos encaixados na hora de dormir
E as palavras e risadas que completavam o momento...

A madrugada de confissões e carinho
Paixão essa que não podia se entender
Depois dormir ao teu lado e esperar o dia amanhecer

Lembranças que não podem ser apagadas
E tudo se tornou ilusão, mas teu corpo respondia ao meu
As palavras foram ditas, as atitudes disseram que sim
Mas dissemos não e somos separados pelo veneno da desilusão

Não posso deixar que meu corpo te queira outra vez
E nem que meus pensamentos venham a te buscar
Os meus sonhos não podem mais ter você
E essa saudade tem que passar...

Momentos que foram especiais pra mim
Que talvez causaram ódio em você
Queria muito que tivesse sido diferente
Que pena que a indiferença é agora a canção
E espero que tudo passe e que haja paz...
Sinto falta de você...

2 comentários:

  1. Lindo demais...vc realmente é uma poetisa, Luana!
    Bjs, que Deus te abençoe hj e sempre!!!

    Muito amor e paz em sua vida!

    ResponderExcluir

Ocorreu um erro neste gadget